domingo, 22 de julho de 2012


TÓPICOS DAS DIFICULDADES REDENTORAS
I
Somos de parecer que todos nós devemos prosseguir em nossos estudos, preparando a melhoria do campo de ação funcional, pois, embora o sacrifício que nos custa semelhante preparo, tais serviços de ordem intelectual representam uma fuga e um descanso de nós mesmos, porquanto, há casos, em que o aumento da atividade é o meio de repousar o cérebro quanto aos choques mais íntimos, determinantes de maiores cansaços.
II
O caminho é esse mesmo - lutas por vencer e dificuldades como preço da redenção.
Guardemos, pois, a nossa fé, certos de que as mãos de Jesus estão sobre as nossas.
Confiemos sempre!
III
Embora o coração se nos desfaça no peito, como taça de lágrimas, nas dolorosas circunstâncias em que a renúncia e o nosso carinho são colocados à prova, não esmoreçamos em nossa fé.
Continuemos amorosos e abnegados, ajudando e amando, porque a mão do Senhor é o nosso apoio na dor e na alegria, na paz e na tempestade.
IV
Estamos na atualidade terrena como quem se desvencilha da sombra noturna para clarear o coração na luz de novo dia. Imprescindível conservarmos a fé viva em Jesus por lâmpada acesa e prosseguirmos adiante.
V
Com relação às nossas dificuldades redentoras, continuemos na aceitação das circunstâncias difíceis, em que presentemente nos achamos, na certeza de que, seguindo as Suas próprias palavras na Redenção Divina, Ele, nosso Amado Jesus, continuará caminhando conosco, em nosso jornadear para a Vida Imperecível.
Confiemos Nele, o Senhor, hoje e sempre.
VI
Deixemos que a serenidade nos garanta a calma precisa. Nossos corações nunca estão desamparados. Reanimem-nos firmes no otimismo, amparando a cada um dos nossos, segundo as suas necessidades.
VII
Na estrada redentora, seremos sempre assistidos espiritualmente.
Jesus nunca falha! Busquemos o Senhor, em nossas dificuldades, para que o Seu pensamento em nosso pensamento nos ampare as soluções. Confiemos!
VIII
No círculo de nossas lutas redentoras, continuemos oferecendo o melhor de nós mesmos para que o melhor se faça no auxílio aos que amamos.
A dor é a nossa benção na luta que é sempre a nossa escola.
Confiemos em Jesus, e esperemos por Ele, o nosso Divino Mestre, sempre e sempre.
IX
Confiemos na Proteção Divina e esperemos a manifestação da assistência do Alto pelos canais competentes, por onde transitam os assuntos que referem à nossa luta redentora. Dentro de nossos recursos, tudo devemos fazer no sentido de recuperar a tranquilidade de que necessitamos para o desempenho de nossas tarefas. Jesus nos fortaleça e abençoa!
X
Na Redenção Edificante em que se encontram, nossos irmãos permanecem amparados por diversos amigos da espiritualidade, esperando nós que a fé prossiga brilhando como luz nas sombras, na certeza de que as nossas esperanças e abnegações encontrarão com Jesus a vitória almejada.
XI
A luta prossegue, entretanto, a Misericórdia Divina é sempre maior!
( “Apelos cristãos”, de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Bezerra de Menezes)

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: O que é apometria?

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: O que é apometria?: "Assim como o rouxinol persegue a rosa, assim o espírito busca o espiritual..." “Apometria é uma técnica que permite com razoáv...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Quem com ferro fere com ferro será ferido!?

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Quem com ferro fere com ferro será ferido!?: "Em verdade Deus não estabelece nenhum sistema punitivo aos cidadãos em evolução. Todas as dores e sofrimentos humanos, individuais e co...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Mistificação e fracasso dos médiuns

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Mistificação e fracasso dos médiuns: PERGUNTA: - Alguns irmãos explicam-nos que perderam a fé no Espiritismo, porque foram vítimas de mistificações ou fracassos dos médiuns em ...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Quem não pode com mandiga não carrega patuá

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Quem não pode com mandiga não carrega patuá: Mandinga = Povo de uma tribo na costa africana onde hoje é a Etiopia . Existe uma ligeira confusão de que a palavra Mandiga trata-se de fei...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Você acredita em reencarnação?

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Você acredita em reencarnação?: Baseado em fatos reais, este vídeo mostra depoimentos de cientistas e estudiosos da reencarnação, esclarecendo-nos quanto as nossas le...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Espiritualidade e medicina

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Espiritualidade e medicina: Cada vez mais, “minorias criativas” (1) buscam a integração entre Fé e Razão, tendo em vista que é impossível compreender o mundo, o unive...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: "Camelôs" da espiritualidade

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: "Camelôs" da espiritualidade:       Embora muitos médiuns sejam inteligentes e mentalmente desenvolvidos, o orgulho, a vaidade, a ambição, a prepotência, a cupidez ou a...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Lesando o organismo físico

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: Lesando o organismo físico:           É de senso comum que quaisquer vícios do homem só podem ser extintos pelo próprio homem, e não por simples admoestações ou ad...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: As almas opressoras no além túmulo

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: As almas opressoras no além túmulo:         As almas enfermiças e tirânicas, que semeiam a dor, a fome e a orfandade mediante suas tropelias sangrentas, frutos de sua excessi...

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: A Terra é um gigantesco corpo vital

Grupo de Umbanda Triângulo da Fraternidade: A Terra é um gigantesco corpo vital:        A Terra é um gigantesco corpo vital, com vida própria, espécie de poderoso magneto condensador, que recepciona não só as corrente...

Ato de Espelhar é diferente de imitar- Segundo Mãe Cristina Tormente.

New post on  Umbanda - Orixá Essência Divina - Templo de Umbanda Ogum 7 Ondas e Cabocla Jupira O ato de se espelhar, é diferente de...