quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Prece ao Caboclo Sete Estrelas* 

Salve esse formoso Caboclo de Umbanda 
Que pelas graças de Oxossi vem de suas matas 
Que pela força de Oxalá desce até este terreiro 
Que pelo amor que tem aos seus irmãos trabalha na Umbanda 
Salve o Caboclo que é um dos sete filhos de Tupinambá 
Salve a falange deste bravo guerreiro 
Pai de sete tribos, de sete nações 
Unidas pelo bem para semear o amor entre os homens 


Trazei de suas matas, ó grande guerreiro 
A cura de suas ervas para que nenhum mal possa nos atingir 
E unidos pela sua força de bravo caçador 
Seguiremos sempre seus ensinamentos 
Na missão de prestar a caridade ao próximo 
Em nome de Oxossi e de Nosso Pai Oxalá 
Salve o Caboclo Sete Estrelas 
Que assim seja! 

*Pelo espírito Assis 

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++... 



Ponto do Caboclo Sete Estrelas 

Nas matas lá da Jurema
Eu vi uma estrela brilhar (bis)
Era uma estrela de Oxossi
Anunciando que Caboclo vai chegar (bis)

Okê, Okê Caboclo
Caboclo Sete Estrelas no gongá
Okê, Okê Caboclo
Vem de Aruanda
Pra seus filhos ajudar 

Sabedoria de Umbanda 9: Gratidão ao Mestre

Umbanda 24 Horas Cancelar inscrição

07:56 (Há 3 horas)
para mim

Novo post em Umbanda 24 Horas

A formação de um Genuíno Sacerdote

por Editor
Não façam ritos que não saibam fazer (novamente avisa: não troquem a conta sagrada pelo nome).
O sacerdote deve saber distinguir entre o ser profano e o ser sagrado, o ato profano e o ato sagrado, o objeto profano e o objeto sagrado.
Não se podem realizar rituais sem que se tenha investidura e conhecimento básico para realizá-los. Chamar a todos, é considerar a todos, indiscriminadamente, como seres talhados para a missão sacerdotal, o que é uma inverdade ou, o que é pior, uma manipulação de interesses. Da mesma forma que nem todas as contas servem para formar-se o colar de uma divindade (como as contas sagradas), nem todos os seres humanos nasceram fadados para a prática sacerdotal.
Para ser um sacerdote são necessários inúmeros atributos morais, intelectuais, procedimentais e vocacionais. A simples iniciação de um ser profano, desprovido destes atributos básicos e essenciais, não o habilita como um sacerdote legítimo e legitimado. Da má interpretação e inobservância deste mandamento resulta a grande quantidade de maus sacerdotes que proliferam hoje em dia dentro do Culto. Observa-se a diferença entre “ser sacerdote” e “estar sacerdote”. Aquele que se submete à iniciação visando tão somente o status de sacerdote, jamais será um verdadeiro sacerdote. Estará sacerdote, cargo adquirido pela iniciação, mas jamais será sacerdote, condição imposta por sua vocação, dedicação, espiritualidade e desprendimento. Caberá ao sacerdote iniciador do neófito consultar Ifá, com muito critério, para apurar se aquele noviço será realmente digno do sacerdócio.
FONTE DO TEXTO: 2º mandamento de IFÁ.
Editor | novembro 30, 2016 às 6:55 am | Tags: Genuíno Sacerdote | URL: http://wp.me/p5Mabg-BT
Comente   Ver todos os comentários

ACADEMIA: Texto= Renovação da Umbanda Urbana contemporânea: Por Luan Rocha de Campos

Dear Antonio, You read the paper " Algumas observações em torno da renovação na Umbanda urbana contemporânea "...