segunda-feira, 28 de julho de 2014

O PODER DAS PALAVRAS, NO PRINCÍPIO ERA O VERBOLuiz Carlos D. Formiga

Palavras bem ditas tornam-se benditas, e, mal ditas tornam-se malditas? Eneida Souza, em Tendências do Trabalho, julho de 2002, diz que a resposta é não. Se encararmos "benditas" com a sonoridade religiosa ou se ouvirmos "malditas" como rogo de praga. Desnudando-as destes clichês poderemos inferir algo de proveitoso a ser usado nas nossas relações. São poucos os que discordam da alegação de que é a linguagem que dirige os seus pensamentos quando a questão é emocional. "No princípio era o verbo", parece indicar que o ponto de partida é a palavra, a expressão oral do conhecimento, do sentimento, do desejo. Verbo é a palavra por excelência, porque anuncia a ação, que traça roteiro ou desnorteia, que traz consolo ou desesperação.

No terreno em que estamos pisando o preconceito também começa na linguagem, como na cegueira, onde é voltada para a visão. "Faca cega" é a faca que não corta. O problema é que da linguagem o preconceito se transfere para a atitude, aparecendo níveis de afastamento. Surge então o ato de evitar, a discriminação e a segregação, ferindo a fraternidade, a igualdade e a liberdade.

Textos relacionados com este tema:Estigma da Lepra. Campanhas ineficientes aumentam o preconceito. http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/ESTIGMA_DA_LEPRA_LCF.html

Preconceito, Exclusão, Espíritas, Umbandistas e Ciganos.http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/PRECON_EXCLUSAO-ESP-UMB-CIG_LCF.html

Torres Gêmeas Afro-brasileiras Preconceito, Estigma, Mídia e Ordenamento Jurídicohttp://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/TOR_GEM_AFRO-BR_PREC-EST-MID_E_ORD_JUR_LCF.html
 

EVENTO: Livro gratuito “Zé Pelintra – A Revelação”

EVENTO: Livro gratuito “Zé Pelintra – A Revelação”

Cantar pontos em casa.