sábado, 30 de junho de 2018

CRIAR NÃO É DAR E SIM AMAR !

New post on Umbanda - Orixá Essência Divina - Templo de Umbanda Ogum 7 Ondas e Cabocla Jupira

A RESPONSABILIDADE DE SE CRIAR UM FILHO HOJE EM DIA.

by cristinatormena
Quando você olhar para o seu filho(a) e sentir vergonha dele, desprezo por ele, não sentir amor por ele. 

Antes de criticar o que ele é, avalie com bastante critério que tipo de exemplo você deu a ele dentro da sua casa, que tipo de pai e mãe você se tornou para ele, você foi uma mãe e um pai amorosos, dedicados, ou foram abusivos, agressivos, autoritários e displicentes ou simplesmente ausentes? 

Se o seu filho se droga, bebe demasiadamente, é agressivo, se ele se tornou um ladrão, um bandido, ou mesmo um vagabundo que não se interessa por nada na vida, tenha a coragem de averiguar se ele não teve isso como base na sua educação. 

Sim, muitos viveram dentro de lares perniciosos, doentes e se tornaram pessoas boas, mas saiba que em algum momento de suas vidas eles tiveram alguém para dar exemplos melhores de conduta, alguém os ajudou em suas escolhas. 

Há crianças que tiveram lares perfeitos, mas que se tornaram adolescentes perturbados, violentos, porque tiveram justamente tudo, sem medidas sem controle e respeito por nada. 

Hoje em dia educar filhos tem sido uma tarefa árdua, todo o moldar de um caráter, de uma personalidade começa com os criadores dessa criança. 

Escrevo essa mensagem como um alerta, pais agressivos e abusivos ou irão criar filhos tão quanto ou mais que eles ou irão formar pessoas perturbadas, tristes, com graus de psicopatia evidentes. 

Chegar nesse limiar não é fácil. 

Ser pai e mãe não é fácil hoje em dia exige-se estrutura, reforma íntima, e antes de tudo AMOR, se for para criar um filho sem AMOR e com desprezo, melhor passar a responsabilidade para quem tenha. 

Quando trabalhei em Hospital vi muitos jovens chegando problemáticos, completamente alienados e quando começávamos a observar os pais já com poucos minutos de conversa já se detectava pais e mães extremamente agressivos, autoritários, debochados, ignorantes, e chegávamos a conclusão que para ajudar aquele filho tínhamos que antes ajudar os pais e mães que estavam ali. 

Infelizmente muitos quadros como esses que relatei não terminam bem, vira um círculo vicioso, por isso quem observa quadros assim tem por obrigação tentar ajudar com a boa palavra, ou mesmo denunciar as autoridades competentes quando há abusos, sugerir terapias em grupo e alternativas, porque quando detectados a tempo, estaremos contribuindo para uma sociedade mais saudável e lares mais felizes, seres humanos fortes em caráter, idoneidade que realmente irão saber o que é bom ou não para eles.
Certa vez, um caranguejo corria na praia com sua mãe. 

A mãe corrigiu o filho: – Não corra de lado, andar para frente é mais adequado. 

O jovem caranguejo respondeu: – Claro, mamãe, quero aprender. 

Mostre como se anda para a frente e eu seguirei atrás de você. 

Oxum Cris Alves - Cristina Alves - Dirigente do Templo de Umbanda Ogum 7 Ondas e Cabocla Jupira. Todos por um mundo melhor.
A imagem pode conter: 2 pessoas
cristinatormena | 15 de June de 2018 at 14:58 | Categories: Sem categoria | URL: https://wp.me/p6CoVr-3x1

RESPEITO A TODAS RELIGIÕES, MAS , POSSUA UMA !

New post on Umbanda - Orixá Essência Divina - Templo de Umbanda Ogum 7 Ondas e Cabocla Jupira


Umbanda é atraso de vida? toques conscienciais.

by cristinatormena
Espiritismo Brasil Chico Xavier
 
Sou Umbandistas a muitos anos, missão de vida. E o que nunca vou entender são frases do tipo.
"...Larga esse negócio de espíritos, isso não leva ninguém a lugar algum..."
"... macumba é atraso de vida..." (Macumba termo usado por quem nem sabe de fato o que ela significa e que insiste em usar pejorativamente para denegrir a fé dos outros).

Sabe o que é atraso de vida gente é a falta de espiritualização das pessoas, e espiritualização não é religião é edificação da alma, sabe o que é atraso de vida é a burrice de falar do que não se sabe, sabe o que é atraso de vida não respeitar a fé dos outros, porque todos os caminhos levam a Deus de uma forma ou de outra, seja por bençãos, por dharmas, por karmas, por resgates essa é a grande verdade, uns levando mais tempo que outros mas no fim todos tem a oportunidade.

Sabe o que é atraso de vida são famílias desestruturadas, famílias sem a presença do divino dentro delas, famílias sem união e amor entre os seus.

Atraso de vida é toda ação de violência em tantos campos da vida visto ultimamente.

As pessoas deveriam julgar menos e amar mais, ir buscar mais, se dar o direito a duvida, e falar do que realmente viram pelos seus próprios olhos e não pela maledicência de outros, o conhecimento liberta, e pessoas inteligentes se dão esse direito.

Atraso de vida é a gente não ter respeito, não ter empatia, e amor com nosso próximo, atraso de vida é fazer coisas erradas com os outros e consigo mesmo.

Atraso de vida, não é o fato de se ter fé na espiritualidade, mediunidade, Umbanda, ou o que lhe valha, atraso de vida é não ter fé em nada e muitas vezes nem em si mesmo, atraso de vida é fazer uma retrospecção da sua vida e perceber que você não foi útil a ninguém, amou pouco, doou pouco, e a solidão lhe consome mesmo rodeado de pessoas a sua volta, atraso de vida é não se sentir feliz e preenchido pelo dom da vida.

Então não se preocupem com o julgamento alheio mas sempre priorizem sua própria conduta e consciência, cuidem e priorizem suas próprias vidas, e se não puderem ajudar o seu próximo não o prejudique, simples assim e principalmente não denigram a caridade pratica pelos outros e que você muitas vezes deixa de praticar.

Ah gente; atraso de vida é usurpar, violentar a alma alheia, tirar proveito da credulidade e fé das pessoas.

E não tenham mágoas de quem fala demais, só peça aos amparadores extra físicos que traga clareza e sabedoria porque quem julga o que não sabe com profundidade é carente de misericórdia e ensinamento.

E nós Umbandistas e nossos guias e mentores estamos ai para isso.

Ops... só mais uma coisa, atraso de vida é não saber o quanto é gratificante a energia, o amor, a fé, a graça abençoada que existe dentro de um terreiro de Umbanda. 

Paz e Luz a todos. Oxum Cris Alves - Templo de Umbanda Ogum 7 Ondas e Cabocla Jupira.
cristinatormena | 17 de June de 2018 at 13:00 | Categories: Sem categoria | URL: https://wp.me/p6CoVr-3x3
Comment   See all comments   Like

DESCULPAS????????

Saiba Por Que Desculpas Em Excesso Fazem Mal


Um bom exemplo disso é o usar a palavra "desculpe". Embora ela tenha um bom significado, que mostra humildade e vulnerabilidade em momentos em que magoamos alguém, a palavra "desculpe" ainda é usada em diversos contextos, inclusive para quebrar o gelo ao conhecer uma nova pessoa, ou como interjeição.
No entanto, em alguns momentos em que é desnecessário utilizar esta palavra. O que é engraçado é que até sabemos do mau uso da palavra, mas seguimos a usá-la de forma incorreta. O que devemos saber é, ao sermos elogiosos ou polidos demais, usando as palavras em um contexto diferente, isso pode trazer um impacto negativo na nossa imagem. Confira abaixo 9 qualidades que você perde quando se desculpa em excesso.
 
1. Confiança
os perigos de desculpas em excesso
Não é aconselhável iniciar uma conversa com um pedido de desculpas. Um bom exemplo disso é quando você vai fazer uma apresentação no trabalho. Apesar de todo seu todo o esforço de preparação para fazer o melhor, você ainda sente que deve justificar suas falhas, que muitas vezes nem existem, começando com um pedido de desculpas. Isso pode te fazer perder a sua imagem de confiança, e que ainda pode causar uma confusão antes de você começar a falar. Imagine as consequências: você pode perder clientes ou até colocar seu emprego em risco.
2. Reivindicação de seguro
Todos nós estamos propensos a acidentes, mesmo tendo toda a cautela possível. Em caso de acidente de carro, por exemplo, há formas de lidar com a situação. Quando as autoridades chegarem para saber como aconteceu o ocorrido, não é uma boa ideia começar com um pedido de desculpas, porque isso pode ser interpretado como uma admissão de culpa, como se você fosse o único responsável. Não piore a situação pedindo desculpas pelo acidente, mesmo que a responsabilidade tenha sido sua. Isso pode fazer com que tenha que pagar por todos os danos, como reparos nos carros e tratamentos médicos. 
os perigos de desculpas em excesso
Usar o pedido de desculpas para mostrar-se uma pessoa reservada por ser vital, mas caso a utilize diversas vezes pode fazer com que perca o sentido e valor. Na verdade, usá-la em excesso pode fazer perder a sua credibilidade perante as pessoas, seja no contexto social ou profissional (lembre-se do item 1). As pessoas podem até achar que você se culpa por tudo.
4. Respeito
Seguindo os aprendizados acima, desculpar-se em excesso mostra submissão, o que pode distorcer a sua imagem perante os outros. Por isso, é preciso selecionar as pessoas para fazer uso do pedido de desculpas. Você deve se erguer, erguer a sua cabeça e não abaixá-la perante os outros, e assim vai definitivamente ganhar muito mais respeitos dos outros ao fazer isso.
5. Sua autoestima
os perigos de desculpas em excesso
Como explicado anteriormente, o uso de desculpas pode fazer o associar à culpa, e perde o seu valor inenerte se usado inadequadamente. Um bom exemplo disso é quando você tromba com alguém em uma festa e a pessoa derrama bebida sobre a sua roupa. A sua primeira reação é se desculpar por algo que não fez para amenizar a situação é se desculpar, o que de certa forma faz com que você tenha culpa pelo ocorrido, quando na verdade foi um erro de ambos. Neste caso, você está deixando a situação mais difícil e confusa. Por isso, use a desculpa com moderação. E isso pode servir para outros casos.
6. Relacionamento
Em uma relação, o pedido de desculpas é muito importante, mas usá-la em excesso pode tornar a a relação mais difícil e complexa. O uso excessivo pode até levar a mais discussão e problemas, porque você diminui o poder intrínseco do pedido de desculpas, ou, pelo contrário, usá-la demais para evitar mais discussões, quando na verdade o que precisa fazer é dialogar com paciência. Esta não é maneira correta de lidar com problemas, podendo até aumentá-los.
7. Sua identidade
os perigos de desculpas em excesso
Desculpar-se em excesso pode mexer com sua autoconfiança, autoestima e principalmente a sua própria identidade. Se você não confia em si mesmo, tende a não falar o que vem à sua mente e expressar suas ideias e pensamentos com as pessoas. Pense nisso e em si mesmo antes de pedir desculpa por tudo. A sua identidade é forte e importante.
8. A maneira como você se expressa desempenha um grande papel na forma como as pessoas te veem e, portanto, o quão atraente você é. Por isso, nunca inicie uma conversa com alguma pessoa que te interesse com um pedido de desculpas, não faz o menor sentido. Dá-se a impressão de que o outro está perdendo tempo ao estar ali contigo, e pode até mesmo acabar com a conversa e ir adiante em algo que no futuro pode se tornar um bom relacionamento.
9. A chance de causar uma boa impressão
os perigos de desculpas em excesso
Muito podem discordar daquela antiga frase: "A primeira impressão é a que fica". No entanto, é justamente isso que acontece, pois as pessoas tendem a julgar umas às outras muito rápido, é parte do comportamento humano e até inconsciente. Por isso não é aconselhável se desculpar em um primeiro encontro com alguém, seja no âmbito social ou profissional. A pessoa vai achar que você está pedindo para esquecer ou não prestar atenção em algo relacionado a si mesmo. Isso não é nada bom quando você precisa se mostrar forte, assertivo, confidente e seguro.

Centro de Iluminação Nosso Lar: Calendário para Julho de 2018

Centro de Iluminação Nosso Lar: Calendário para Julho de 2018: Trabalho de Marinheiros Quinta - 05.07.2018 - 20:00 Voltado para harmonia na família, equilíbrio emocional, controle de vícios e flui...

UEAD Ao Vivo - Tranca-Ruas: Exu, Entidades e Falanges

Quem é Exu na Umbanda?

Onde é preciso mais amor, na mãe que leva o filho pra faculdade ou na que visita-o na cadeia? Aquele que desce as trevas também o faz por amor. Mesmo que isso não esteja verbalizado na palavra de Exu. No momento que você estende a mão e diz vem comigo, vou lhe ajudar, vou te tirar da onde você está, vou lhe levantar, é a Lei. Aquele que está caído, que se arrasta, que faz o mau ou que está perdido não é Exu.”

Pai Alexandre Cumino



Pólos Positivos, Negativos e Neutros

Em toda Criação iremos encontrar os pólos magnéticos que tanto absorvem quanto irradiam determinadas energias. Sendo assim nós temos a energia positiva, a negativa e a neutra.
Nenhuma delas refere-se ao “bem” ou “mal” propriamente, até porque o conceito de bondade e maldade não é algo que possa ser mensurado e normalmente consideramos o que culturalmente nos é posto, por isso pólos negativos, positivos e neutros estarão presentes em toda Criação.
Entretanto, tanto nas dimensões paralelas à nossa quanto em nosso corpo esses pólos determinam a natureza energética a qual emanamos. Entende-se que o nosso corpo comporta um tipo de energia do lado direito que corresponde ao nosso consciente e racionalidade e outra do lado esquerdo, este por sua vez está ligado ao inconsciente e as emoções.
Alguns estudos, inspirados na filosofia chinesa de Yang e Yin sobre leitura corporal, argumentam que nossos impulsos são influenciados pela relação direita-esquerda entre o cérebro e o corpo.
Nessa concepção esses dois lados estão interligados, sendo o lado direito do corpo correspondente ao lado esquerdo do cérebro e ainda responsável pela expressão de racionalidade e produção do ser e o lado esquerdo do corpo ligado ao hemisfério cerebral direito, correspondente às emoções e vontades do ser.
Esse mesmo efeito, de formas de energia que se diferem entre direita-esquerda, acontece entre as dimensões ou realidades paralelas, onde os seres serão atraídos magneticamente para o que também pulsa em si.

Definir faixas vibratórias pra cima e para baixo é entender tudo aquilo que está dentro de você.
Pai Alexandre Cumino

Direita e Esquerda na Umbanda

Deus está em todas as faixas vibratórias, do alto, do embaixo, da esquerda e da direita, sendo o ponto de referência para essa organização ou o “marco zero” de tudo, a faixa vibratória onde nós humanos nos encontramos.
Para baixo estão o que chamamos na Ciência Divina de: Tronos Opostos dos Orixás. Se você ascende em virtude “caminha” em direção à luz e ao alto (que vibratoriamente é onde estão os Orixás regentes) seu espírito estará cada vez mais desapegado da matéria, dos sentimentos humanos e dos seus instintos. Seu “corpo” nessa percepção vai se tornando cada vez mais sutil e o espírito tende a se transformar em luz. Vale destacar que esse processo é algo muito longo e o tempo para que um espírito evolua para esse estágio, não é possível nem ser mensurado por nós.
Agora, no outro lado da moeda temos o ser que é consumido pelos seus vícios e decaí no seu negativismo. No plano espiritual seu magnetismo vai leva-lo, como se o seu espírito fosse o ferro que é atraído pelo imã, para faixas vibratórias abaixo do marco zero.. lá se encontram as trevas humanas. Nesses “ambientes” os seres podem agregar a si formas animalizadas, por isso os diversos relatos de espíritos humanos com aspectos animalescos.

Toda queda vibratória mental implica um deslocamento para baixo e para esquerda, mas já dentro das faixas vibratórias negativas. Mesmo havendo dois planos distintos, ainda assim dentro deles existem faixas vibratórias com seus níveis e subníveis vibracionais ou conscienciais.
Livro de Exu, Rubens Saraceni

É importante lembrar que todas essas faixas tem uma função na criação, sendo a treva responsável por depurar os seres negativados em seu emocional.
São nessas faixas, como dito, que se encontram os Tronos Opostos dos Orixás que operam também nesse sentido, onde cada um, em seu aspecto, age absorvendo os negativismos dos seres desvirtuados.

Há Tronos do Embaixo, há Divindades que são opostas aos Orixás e todos eles a serviço de Deus. Porque o Trono Oposto ao amor não gera o ódio, ele absorve o negativismo de quem ali cai. O Trono Oposto a fé absorve a ilusão dos iludidos e dessa maneira eles atraem os caídos, assim como os Orixás atraem os virtuosos e tudo isso está no plano da Criação, tudo tem a sua função.
Pai Alexandre Cumino

Dentre as 7 faixas do alto e as 7 faixas do embaixo, existem as paralelas: esquerda e direita. Pai Alexandre Cumino comenta sobre essas realidades dizendo que trabalham à esquerda entidades especialistas em lidar com o nosso negativismo e isso não quer dizer que elas sejam em si a energia negativa, mas que lidam com esse lado dos seres em nome de Deus.
Alguém precisa descer as trevas e fazer esse trabalho. Você precisa de um médico, mas precisa também de um policial. Você precisa de um filósofo, mas precisa também de um carcereiro. Então há de ter quem desce as trevas e não apenas quem sobe a luz. Há de ter aqueles que nos orientam pela mão direita e aqueles que nos orientam pela mão esquerda. Os dois estão nos orientando. Pela direita trabalhando minhas virtudes, pela esquerda trabalhando meus vícios.
Pai Alexandre Cumino

Exu, Pombagira, Exu-Mirim e Pombagira Mirim são especialistas em corte de demandas e magia negativas e isso acontece porque a maioria dessas agressões são o resultado de emocionais totalmente dilacerados em negativismo, porque mesmo se utilizando do seu racional para promover o mal ao outro, quem agride é sempre alguém infeliz, que se encontra desequilibrado em seus sentimentos.
A esse trabalho se presta os Guardiões de Umbanda, que trabalhando nas trevas do ser e transitando entre realidade hostis, tem o conhecimento de causa de quem já passou pelos mesmos desalinhos e de quem convive com essas angústias de perto.

Atuam sob a irradiação de mistérios contadores e esgotados do negativismo de seres naturais e espíritos que regrediram tanto que muitos chegam à beira da loucura. Nesse vasto campo negativo também atua o mistério que denominamos Exu, com seus guardiões e com seus manifestadores naturais e espirituais.
Livro de Exu, Rubens Saraceni

Ao tocar o dedo na ferida, adentrar seus medos, traumas, egos e arrogâncias traz à tona tudo aquilo, que busca esconder-se de si mesmo, aquilo que o inconsciente repetidamente te lembra antes de dormir.. aquilo que abala e também que tira a paz.
Sendo assim, tudo o que se relaciona com a energia de Exu orbita nesses fundamentos, no sentido de descarregar e absorver energias densas, desde os seus gestos no momento do passe até os objetos e cores utilizadas em seus elementos mágicos.
Pai Alexandre Cumino conta durante o estudo de Exu – O Guardião da Luz que às vezes alguém que foi realmente vítima de uma demanda, chega no terreiro dizendo que uma pessoa lhe disse que foi feito uma magia negativa contra si, partindo de um determinado Exu e então dá o nome desta entidade.
O Sacerdote explica que nestas situações é provável que aquela magia que foi encaminhada para a pessoa tenha relação com o campo de atuação daquele Exu e por isso o seu nome se fez mostrar. “Esse nome é a chave para desfazer. Basta fazer uma oferenda para este Exu, chamar ele em um ponto de força da natureza e dizer: estou aqui para fazer esta oferenda para o ‘Exu fulano de tal’ eu evoco a Deus, sua Lei Maior, sua Justiça Divina e evoco Exu fulano de tal, lhe oferendo esses elementos” esclarece.

Exu não vai deixar de trabalhar nas trevas?

É sabido que Exu teve sucessivas encarnações, ou seja, já teve a oportunidade de cursar a “escola da vida” nesse plano por diversas vezes, e depois de sofrer a queda vibratória consciencial  e se estabelecer nas trevas, se “especializa” em alguma atividade nesse ambiente que chamará a atenção da Lei Maior.
Nesse momento, esse espírito é convidado a retomar ao caminho evolutivo e depois de tomar o posto de Guardião desenvolvendo trabalhos a comando da Lei Divina e já na condição de Exu, atinge um ponto de consciência que vai lhe permitir mudar a “banda”.
Lembrando que esse processo não é algo tão simples como o descrito e pode ser que nesse meio tempo Exu reencarne, sim, é possível que isso aconteça e o que ele fizer a partir dessa vida terrena, irá decidir como ele também retornará ao plano espiritual.
Retomando o processo: Exu pode reencarnar e também pode sair das faixas vibratórias da Treva e evoluir em consciência. Há muitos relatos de boiadeiros que eram Exus e hoje cursam o caminho evolutivo neste grau, considerado uma linha transitória entre direita e esquerda na Umbanda.
É importante ressaltar também, que mesmo que Exu seja um Guardião e perto de nós um Mestre, um Mentor ou um Guia espiritual, chega um momento em que as trevas já não são o ambiente em que eles devam estar.
A treva é uma realidade configurada pela estrutura humana que em decadência tornou existente um ambiente hostil e que abriga os seres negativados em suas emoções. Nessa atmosfera, não é possível que um espírito tenha o aparato necessário para se tornar um ser ascencionado em toda a sua potência, por isso é tão necessária a mudança de grau, para que a ampliação de consciência daquele espírito tenha vias de acontecer.
Se deslocar de uma realidade para a outra ou de um grau para outro é algo extremamente complexo e impossível de ser contato a partir do nosso tempo ou mesmo entendido em toda sua verdade por nossa compreensão humana terrena.
Aqui deixamos alguns pontos do que existe nessas realidades e que fazem parte da existência dos nossos Guardiões. Não com a intenção de findar, mas sim de ter uma compreensão mais particular desse universo.

SALVE SUA FORÇA, SALVE SUA GUIA! LAROYÊ!


Texto: 
Júlia Pereira

Imagem:
Chucky – retirada da internet (quem souber link para acesso, entrar em contato

Arapé-Núcleo Mata Verde.

Arapé – A cura espiritual By  Manoel Lopes  |   Arape ,  Atualidades ,  Doutrina ,  Estudos  |   13 outubro 2019   |  Add Comment Dia ...