sábado, 20 de abril de 2013

Vídeos enviados (lista de reprodução)

Vídeos enviados (lista de reprodução)

MES DE ABRIL - TENDA ESPIRITA FILHOS DE OXALÁ

Datas na Umbanda
Horários de Funcionamento
Gira de Consulta e
Corrente Sábados, de 15 em 15 dias,
as 15h 30 min.
Gira de Cura 4º feira, de 15 em 15 dias, as 19h 30min
O dia da Cura destina-se apenas ao passe em si da cura.
Neste dia, não é permitido ao Médium dar Consultas. As Consultas são feitas nos dias estipulados. (Conforme acima)
Estudo da Doutrina Espírita Uma quinta-feira por mês, 19h30m
Dia 20/01/13, a Tenda Espírita Filhos de Oxalá realizou a homenagem a Oxossi, às 10 horas. E como dizem os Pretos Velhos: “foi muito formoso!”.
20/01 Oxossi - São Sebastião
02/02 Iemanjá – Nossa Senhora Navegantes
23/04 OGUM - São Jorge
(Dia de Aniversário do Nosso Terreiro)
13/05 Pretos Velhos
13/06 Exu – Santo Antônio
24/06 Linha do Oriente - São João Batista
26/07 Nanã Buruquê- Santa Ana
15/08 Iemanjá - N. Sra. da Glória
16/08 São Roque
27/09 Ibeijada - São Cosme e Damião
30/09 Xangô - São Gerônimo
15/11 Dia da Umbanda
04/12 Iansã- Santa Bárbara
08/12 Oxum - Nossa Sra. da Conceição
17/12 São Lázaro- Omulú
25/12 Oxalá (Jesus Cristo)
31/12 Iemanjá – Rio de Janeiro
Calendário
Abril - 23 - Ogum - (Terça – Feira) ás 16:00
03 e 17 Cura - ás 19:30
13 e 27 Preto Velho – ás 17:00
25 – Estudo da Doutrina – 19:30
Maio - 11 Preto Velho (Homenagem)- 15:00
01, 15 e 29 Cura – ás 19:30
23 – Estudo da Doutrina- 19:30
25 – Preto Velho- 17:00
Junho
08 e 22 Preto Velho - 17:00
12 e 26 Cura - 19:30
20 – Estudo da Doutrina - 19:30
Julho
06 e 20 Preto Velho -17:00
10 e 24 Cura - 19:30
18 – Estudo da Doutrina -19:30
27 – Nanã (Somente para os Médiuns) - 15:00
FIQUE ATENTO Á NOVA FORMA DE ATENDIMENTO
Cantinho da Umbanda
Ogum, pelo sincretismo, é identificado como São Jorge.
Na Umbanda, Ogum é o guerreiro, o general destemido e estratégico. É o grande vencedor das batalhas e desbravador que busca a evolução. Por todas essas características, Ogum também é considerado o defensor dos desamparados. Quando esteve no mundo, lutava pelas causas dos indefesos, sempre justo e benevolente.
Falagens: Na Umbanda, entre outras falanges de Ogum, temos as de Ogum Beira-Mar, Ogum Sete Ondas, Ogum Megê Ogum Yara, Ogum Dilê e Ogum Matinata.
Cores predominantes: O Vermelho; Saudação: um grito de guerra: Ogunhê! Pedra: Rubi; Dia da semana: terça-feira
ORAÇÃO PARA OGUM
Orixá, protetor, Deus das lutas por um ideal. Abençoai-me, dai-me forças, fé e esperança. Senhor Ogum, deus das guerras e das demandas, livrai-me dos empecilhos e dos meus inimigos. Abençoai-me neste instante e sempre para que as forças do mal não me atinjam. Ogum Iê, Cavaleiro Andante dos caminhos que percorremos. Patacori… Ogum Iê… Ogum meu Pai, vencedor de demandas…Ogum! Saravá Ogum! E que assim seja!
Amigos, com o objetivo de melhorar o atendimento em nossa Casa, segue o resumo: O atendimento se dará através de fichas, que será distribuído entre 16h00min e 17h30min. Será fornecida uma ficha por pessoa, para apenas uma Entidade. OBS: Não será permitida a reserva de ficha com antecedência, nem para os membros da família.
POR FAVOR, SOLICITE A UM DOS NOSSOS MEMBROS UM FOLDER COM AS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES.
Segue abaixo as cores de fichas correspondentes a cada Entidade:
FICHA BRANCA
Para Tia Maria; Vovó Maria Conga; Pai Joaquim Do Cruzeiro e Pai João da Mata.
FICHA AZUL
Pai Benedito de Moçambique; Tia Maria das Sete Chaves; Pai Benedito do Cruzeiro das Almas e Pai José da Bahia;
FICHA AMARELA
Pai Joaquim de Angola; Pai Benedito do Roseiral; Pai Cipriano e Vovô Cambino.
FICHAS VERDES
Estas fichas estão destinadas às prioridades: crianças, pessoas com necessidades especiais e idosos doentes.
2
3

Amigos de Luz
ANO III Nº 01 Publicação Interna da Tenda Espírita Filhos de Oxalá Abril 2013
Dentre os vários compromissos que temos como Umbandistas estão os de
esclarecer, difundir e enaltecer os reais valores, as bases e diretrizes de nossa
Sagrada Umbanda. Por nossa religião ter algumas diretrizes de outras religiões,
muita vezes condutas que pareçam habituais, têm como base preceitos estranhos à
nossa religião.
Neste contexto, reportemo-nos ao ato litúrgico católico denominado de
Quaresma. A Quaresma é uma pratica católica de resguardo, dos quarenta dias que
antecedem à sexta-feira santa e Páscoa. Tem como finalidade, segundo os
católicos, preparar o indivíduo, mediante processos de conversão e penitência, para
a expurgação de influências carnais e mundanas e a absorção de valores sagrados.
Tal período litúrgico, afirmam alguns, consolidou-se no final do século III, tendo
sido citado no 1° Concílio (Assembléia) Ecumênico de Nicéia, no ano 325.
Não obstante, respeitarmos esta prática religiosa que é própria dos católicos,
entretanto devemos ter em mente que tal habitualidade pertence ao catolicismo, e
não à Umbanda. Então, por que um número razoável de terreiros fecham suas
portas, suspendendo as atividades espírito-caritativo durante este período?
Os Umbandistas, devem ter consciência e convicção de que os terreiros são
verdadeiros pronto-socorros espirituais e jamais poderão fechar suas portas a
médiuns e assistentes. Ou será que a tristeza, a frustração, as demandas, as
doenças, e outras situações negativas deixam de afligir as pessoas durante a
quaresma?
Nós umbandistas somos sabedores que o Mestre Jesus não quer que soframos por
Ele, mas sim que coloquemos em prática suas lições de amor, fé, caridade e
fraternidade, virtudes que Ele trouxe para nós quando encarnado, como alicerces
seguros para a evolução de toda a humanidade.
Reverenciemos o Cristo da Galiléia com trabalhos espirituais, que não podem
parar, pois que o socorro é sempre urgente. A Umbanda é a manifestação do
espírito para a caridade e a caridade é Jesus em ação.
Saravá Umbanda!
Fonte: www.jornalumbandahoje.com.br
ATENDIMENTO
Livro dos Espíritos
O Dia Nacional do Espiritismo, data
instituída através de projeto da Deputada
Federal Gorete Pereira (PL/CE), de número
291/2007, foi criado em homenagem ao
lançamento do Livro dos Espíritas, de Alan
Kardec, em 18 de abril de 1857.
O corpo sofre, frequentemente, mais durante
a vida do que no momento da morte... “Os
sofrimentos que experimenta, algumas vezes
no momento da morte, são um prazer para o
Espírito que vê chegar o fim do seu exílio”
(L.E.,questão 154)
Fontes: Livro dos Espíritos;
http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/le/
Irmãos, o objetivo maior da nossa edição
de Abril é, sem dúvida, além de passar
algumas informações sobre a Umbanda,
é “ir um pouco além”... Agradecer a
Oxalá, aos Benfeitores, como também a
todos. Mais uma vez, o resultado da
nossa campanha de alimentos não
perecíveis para confecções de cestas
básicas, foi muito bom.
A todos que puderam contribuir, não só
com a alimentação, mas especialmente
“adotando” uma criança no Natal,
nossos sinceros agradecimentos.
Apesar do número de crianças ter
dobrado, todas as crianças foram
agraciadas com um presente no Natal.
Muito obrigada a todos!!!
4
Campanha em ação
O atendimento à assistência
nesta casa acontece de formas
diferentes, mas que se
complementam. De acordo com a
orientação dos nossos Guias
Espirituais e das necessidades dos
filhos assistidos, temos:
Giras de Consultas,
cablocos e preto-velhos,
comandados pelos
Cablocos Tupy e Sete
Cachoeiras, consultam e
dão orientações.
Giras de cura, para as
quais são encaminhados
pelos guias de sábados, os
filhos com problemas de
saúde, sendo atendidos
com passes de cura.
Giras de Mesa são
estudos da Doutrina
Espírita, através das
obras de Allan Kardec. É
realizada uma quintafeira
ao mês no horário de
19h30min às 20h30min.
Giras de desenvolvimento,
são exclusivas para o
corpo de médiuns da casa.