terça-feira, 1 de novembro de 2016

165 - Oxalá

Tira Dúvidas nº 114

Saravá Antonio,
Você sabe como a Umbanda se relaciona com a data de FINADOS?
Existe um culto aos Antepassados? Como é que devemos nos relacionar com os entes que já voltaram para a pátria astral?
Desde 2005 eu promovo na cidade de Bauru-SP o Culto à Pai Omulu e Homenagem aos Antepassados no dia de Finados e após esses anos acabamos por consolidar algo tradicional, esperado por aqueles que visitam os túmulos de seus familiares no cemitério em que realizamos nosso culto.
Esta ação gera estranhamento para muitos Umbandistas, mas também admiração... O que está por trás desta ação?
Vamos refletir sobre isso em nossa LIVE hoje, jájá, 11hs no Facebook da Umbanda EAD (fb.com/umbandaead)
Sua participação é sempre importante, bem como sua divulgação para que possamos levar cada vez mais longe nossas reflexões, nossa fé e nossos valores!
COMO FAÇO PARA ASSISTIR?
Acesse www.fb.com/umbandaead e entraremos no ar as 11hs, se não aparece atualize a página para você ver o vídeo.
COMO FAÇO PARA SEMPRE SER AVISADO?
Mandamos email e SMS, para você receber a notificação acesse aqui e preencha o formulário.
SE PERDI COMO FAÇO?
Só acessar a fanpage que fica lá.
COMO POSSO FAZER A DIFERENÇA?
Compartilhe sempre e #divulguesuafé.
Grande abraço e até mais!
Rodrigo Queiroz


O arbusto verde acinzentado de semente e flores roxas, que quando secas ganham um tom azulado, incendeiam qualquer ambiente com seu aroma pelo simples fato de estarem nele. Não é preciso queima-la em brasa para sentir seu perfume. Se formos usar uma palavra para descrever o cheiro da alfazema, ouso dizer que usaríamos: acolhedora.
Aquele sentimento de tranquilidade, paz, segurança… cheiro de casa de mãe, não é mesmo? A Alfazema é planta de Mamãe Iemanjá e Mamãe Oxum. Enfim, essa introdução é para você entrar em conexão e lembrar de todos os sentidos que a alfazema desperta com suas cores, aroma e textura.
Mas não só isso. Alfazema também é planta ritualística e pode ser usada em banhos, defumações e benzimentos. Você com certeza já deve ter sido defumado com alfazema e ter sentido tudo o que foi descrito sem nem saber de que erva se tratava. A Lavandula officinalis Chaix (nome científico da Alfazema) restabelece o equilíbrio energético do nosso corpo e também limpa e purifica ambientes, trazendo paz e harmonia para a residência.
Segundo o estudo desenvolvido pelo Erveiro Adriano Camargo ela se encaixa no grupo de ervas mornas, e tem papel essencial na manutenção da saúde do nosso corpo espiritual e físico.
O que são Ervas Mornas? - A essas ervas compreende a função de manter o equilíbrio vibracional do nosso corpo, alinhando nossos chackras e abastacendo-o de energias vitais. É também sua função regenerar e corrigir desvios energéticos causados por ações de energias negativas que foram anteriormente extirpadas pelas ervas quentes.
O que isso quer dizer? As ervas mornas agem como as plaquetas e os glóbulos brancos em uma região machucada da pele. Se o machucado for um pouco mais grave nós fazemos o uso de medicamentos no local para curar a ferida, não é mesmo? Bom, o “remédio” do corpo astral seria então as ervas quentes, que têm o objetivo de curar as feridas mais graves (larvas astrais), e o processo de cicatrização do local equivale às ervas mornas, que têm a função de fechar as fendas que ficaram abertas pelos males sofridos.
Para entender mais sobre esses males, miasmas e larvas astrais acesse o texto: Me defumaram no terreiro, o que isso quer dizer? Agora, se o “machucado” não é tão grave a ponto de se recorrer ao uso de ervas quentes, podemos apenas manter a assepsia do local e deixar que ele cicatrize. Para isso, ervas mornas.
Há também casos em que o uso de ervas quentes foi feito em exagero, e quando isso acontece pode ocorrer a exaustão de nossas energias vitais. Por isso, é muito importante saber quando e por que usar determinadas ervas.
Para corrigir esse tipo de situação é às ervas mornas que nós vamos recorrer novamente!
Bom, como já percebemos, as ervas mornas são o poder!
E, em linhas gerais, esse é o papel que a Alfazema desenvolve em nosso corpo espiritual, atuando sempre em nossos chackras buscando realinhar vibrações que sofrem constantemente com influências externas e até mesmo com os nossos próprios pensamentos.
 Fonte: Curso Rituais com Ervas, ministrado por Adriano Camargo na plataforma Umbanda EAD

Umbanda, minha vida! Dirigente Espiritual Maristela Lourenço

Cantar pontos em casa.