quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Discos Completos de Umbanda

Discos Completos de Umbanda

Sincretismo na Umbanda

Sincretismo na Umbanda

As sete linhas

As sete linhas

O que é Quimbanda / Kimbanda?

O que é Quimbanda / Kimbanda?

O que é o Descarrego?

O que é o Descarrego?

O que é Fundango?

O que é Fundango?

Guias ou Colares

Guias ou Colares

O que é o Passe?

O que é o Passe?

Pontos Riscados

Pontos Riscados

O Ritual

O Ritual

A Mediunidade

A Mediunidade

História da Umbanda

História da Umbanda

Luzes na Umbanda: Conhecendo as crianças

Luzes na Umbanda: Conhecendo as crianças:        São a alegria que contagia a Umbanda. Descem nos terreiros simbolizando a pureza, a inocência e a singeleza. Seus trabalhos se r...

Luzes na Umbanda: Umbanda - Fé Cristã

Luzes na Umbanda: Umbanda - Fé Cristã: De uns tempos pra cá, um assunto que não deveria ser polêmico, tomou conta das diversas listas e comunidades da internet: a Umbanda ...

Luzes na Umbanda: Conversando com seu tranca

Luzes na Umbanda: Conversando com seu tranca

Novo Post em Zerando Karma

Link to Zerando Karma

Posted: 22 Aug 2012 10:30 AM PDT
Há momentos em que toda a gente se sente aborrecida, chateada, decepcionada, carregando uma espécie de “gosto de emoção mal digerida”... E essa indigestão emocional é um forte convite ao desejo de que tudo tivesse sido diferente... Palavras que foram ditas, ações, gestos, momento inoportuno, expectativas frustradas... Decepção! E o sentimento associado aquela memória? Continua “amargando no peito”... Persistente...

Sentimento associado ao desejo de que tudo aquilo que viveu fosse diferente? Você sente? E sente? E sente? Então... ‘re-sente’! Eis o ressentimento. Vamos defini-lo: é uma tentativa absolutamente contraproducente de mudar um tempo que já não existe, além do mais, é continuar agarrado à garganta de alguém, ou a alguma situação...do passado!

Sejamos práticos: deseja um passado diferente? Esqueça, não é realizável. Mas você quer um futuro “melhor”? Então, foque no agora. Olhe para seu relógio e situe-se! Onde você está? Que horas são?

Quando você se sente ressentido, preste atenção no seu relógio: que horas são? Já sabe? Então se dê conta de que você vive em um tempo chamado ‘Presente’ e, portanto, pare de desejar que seu passado seja diferente (re-sentimento) e assuma uma atitude proativa, energética, com disposição de seguir em frente, para que você possa potencializar seu plantio no agora e dar chances para que seu tempo futuro seja renovado, inovador, criativo, realizador.

  • Não está bem, pois não foi justo o que lhe disseram? Olhe para seu relógio...
  • Está triste, pois não foi como esperava? Olhe para seu relógio...
  • Esta com raiva, pois a indignação recusa aceitar o que aconteceu? Olhe para o seu relógio...

E agora? Que horas são? Eis o seu momento. É onde sua mente deve se focar. Agora. Neste exato momento, você faz sua parte na vida que acontece e na que você faz acontecer. Vamos lá! Que horas são???

Tenha seu relógio a postos, pois sua mente pregará peças: há vários momentos de ressentimento. (oportunidades de treinamento do ‘sempre agora’). Para todos os momentos, situe-se: exatamente onde você está, que horas são?

O Relógio indica que você está bem presente (e é hora de sentir sua importância e viver!).

Um afetuoso abraço, do amigo Lucius Augustus, IN.

ACADEMIA: TEXTO de Hermes de Sousa Veras

Dear Antonio, You read the paper " O CABOCLO FORTE TUPINAMBÁ Aparelhagem sonora, agência e religião em Belém do Pará "...