segunda-feira, 20 de março de 2017

Olha aí para quem deseja realmente entender sobre a Umbanda!

Antonio Carlos Evangelista,

Quero lhe fazer um convite para iniciar um estudo profundo sobre nossa religião de Umbanda com duração de 6 meses totalmente online.

Veja o que abordaremos neste estudo:
Quem é o Umbandista? Quais são nossas raízes, nossos conceitos, nossos dilemas, nossas regras?

Nesta etapa do curso você conhecerá a história da Umbanda, e histórias de outras religiões como: Catimbó, Candomblê, Espiritismo.
Qual é o significado das Sete Linhas de Umbanda?

Por que existe? Qual a finalidade?

Quais os Orixás que fazem parte das Sete Linhas?
Quem são os Orixás? São espíritos ascencionados, seres da natureza ou divindades?

Qual a relação do Orixá com nossas vidas e com os guias?

Conheça nesse curso os Orixás na Umbanda.
Quem são? Qual o significado dos seus nomes? Como trabalham?

Por que fomos escolhidos?
O que é um terreiro? Qual o significado do ritual de Umbanda: gira, firmezas, assentamentos, batismo, casamento e ato funebre?

Por que usamos: velas, pemba, ervas, fumo, bebidas, frutas e atabaque?
O que significa ter uma mediunidade? Existem muitos tipos de mediunidade.

Como acontece uma incorporação? Como é possível ver espíritos ou ouvi-los? O que é ser um médium de Umbanda?
Comece o curso AGORA!
Alan Barbieri
Gratidão,
Alan Barbieri

Novo post em Umbanda 24 Horas

Mensagem de Preto Velho Pai Jerônimo

por Editor
“Um certo dia, ele atendeu de uma senhora que lhe veio consultar sobre um tumor nos seios, diagnosticado por uma mamografia.
Passes daqui, trabalhos dali, enfim, uma consulta normal…vela, erva, água…
Disse o preto:
– É mizim fia… Tá feito…mas num deixa de procurá o Homi de branco, dispois vem contá pro nego…nego vai ficá no toco esperando zunce vortá…
E saiu a consulente.
Numa próxima gira, estava lá o preto no toco e chegou a sua consulente, já na segunda parte do trabalho.
– Podi entrá mi zim fia, tava le esperano….
– É meu Velho, fui no médico sim… ele disse que o tumor sumiu, vai ver foi engano, o que a mamografia mostrou foi uma sombra de um queloide, que eu já tinha de cirurgia anterior. mas vim lhe agradecer, pois sei que o Senhor me curou..
Diga, meu Pai, o que o Senhor quer de presente, quero lhe agradecer…
Em nossa casa, as entidades as vezes ganham presentes, charutos, bebidas, mas não que peçam, porque as pessoas trazem em agradecimento mesmo, como deve ser em todo lugar.
Mas naquele dia o preto pediu…
– Me traga um bolo de chocolate, mi zi fia, suncê pode faze isso…?? Mais tem qui ser na próxima gira… eu num vô tá aqui, mas fala com o caboclo chefe que ele manda mi chamá….
Todos estranharam, e eu mais ainda, passei a semana pensando naquele pedido, eu que amo bolo de chocolate, pensava comigo, Meu Velho… porque um bolo, Meu Pai… Até os filhos da casa acharam estranho e houve uma brincadeira ou outra… do tipo achando que iam comer o bolo….Alguém arriscou dizer que era a comemoração pela cura da mulher… Enfim… esperei ansiosa… Afinal… confio neles.
Em verdade torci para a mulher nem aparecer com aquele bolo…
Mas ela apareceu, e sentou na primeira fila, como tal bolo, todo confeitado de confetes coloridos.
Chegou o preto, com autorização do chefe do terreiro, que é Seu Serra Negra….
– Trouxe meu bolo, mi zim fia…
– Trouxe meu velho…
Então o preto levantou e disse que na assistência tinha uma menina, de cor morena, que estava fazendo aniversario, 14 anos, e chamou-a.
Disse à menina:
– Mi zim fia, esse é presente que sunce pediu ao seu anjo da guarda, ele não pode vir, mandou o nego te entregar…
A criança marejou os olhos e saiu com o bolo na mão, sentar ao lado da mãe, que chorava muito na assistência. Em 14 anos, nunca havia ganhado um bolo de chocolate….Nunca mais voltou, nunca mais vimos. E nunca esquecemos esta história.”
Autor desconhecido

Atenção !

ATENÇÃO IRMÃOS DIRIGENTES E MÉDIUNS EM GERAL.

por cristinatormena
Cuidado quem vocês recebem em seus terreiros, acabei de saber de uma situação inusitada, um suposto pai no santo, procura sua casa para fazer uma visita, possui uma lábia surpreendente e começa a conversar com os médiuns (fazer a cabeça deles literalmente), tipo que o atual terreiro não é bom para aquele filho, o atrai para um jogo de búzios, oferece para fazer obrigações etc. O suposto filho no santo, vaidoso, vira as costas para seu atual pai ou mãe no santo e cai na lábia, o tal suposto dirigente engana e tira dinheiro dele, quando ele vê que não tem mais o que tirar, simplesmente cai fora (bolso cheio, pé na areia), deixando os filhos ingratos chupando dedo, na realidade isso que ganha filho de santo desleal e ingrato diga-se de passagem. Já não chega os problemas que temos em relação ao preconceito e intolerância, agora temos que lidar com estelionatários, golpistas. Sabe o que me deixa mais triste casas idôneas que não tiram um tostão de senhor ninguém, estão fechando por conta de problemas financeiros, ai nos deparamos com um caso desses. Lamentável. Enfim, fica ai o alerta. Cristina Alves.
 :



É grátis, baixe e leia minhas irmãs e acredito que lhes fará bem !

Mulher, amiga e parceira!

Aqui é o Jorge Scritori.
Eu preparei um presente especial para celebrarmos juntos o Mês da Mulher:

O e-book "Vida, Relacionamento e Bem-Estar", com textos e frases de minha autoria 
e links de documentários, filmes e das minhas Lives ao longo do ano de 2016 e 2017.

Um conteúdo criado com todo o carinho para você 100% gratuito!
Para baixar é muito simples: 
Acesse a página, entre com seu e-mail e comece a ler imediatamente.  


Sem medo, com amor, sucesso e gratidão, sempre!
Pra cima!

Leiam e tirem suas conclusões !


Por ALEXANDRE CUMINO
Vivemos no país mais católico e mais espirita do mundo, o que por si só ja é uma contradição. Cerca de 70% da população se diz católica e cerca de 60% crê em reencarnação.
Somos um pais de católicos não praticantes, algo inédito no mundo, um pais onde sua religião é um rotulo (etiqueta) que se coloca em você por meio de um ritual chamado “batismo”.
Mesmo que você nunca vá à igreja católica e não concorde com nenhum de seus valores e dogmas, ainda assim se considera “católico não praticante” pelo simples fato de que foi batizado.
Porquê isso acontece aqui no Brasil? Pelo fato de que o batismo assegura que as crianças estão protegidas do inferno e caso venham a morrer não vão para o “limbo”, da mesma forma deixam de ser “pagão” e “herege”.
Mesmo que ninguém saiba, teologicamente, o que quer dizer “inferno”, “limbo”, “pagão” e “herege”; todos tem certeza que isso é ruim e te condena em vida e após a “morte”.
E assim temos a receita de como manipular os números e fazer crer a toda uma população uma identidade de uma religião que não é praticada nem por 10% destes 70% que se denominam católicos.
Religião não é um rotulo e sim alguma coisa que você crê e ou pratica. Confunde-se ser católico com ser cristão, acreditar em cristo.
Há um outro obstáculo ainda para a construção da pertença e identidade umbandista, poucas pessoas sabem o que é umbanda e ao se afirmar umbandista é preciso explicar o que é isso, muitas pessoas não estão a fim de ficar explicando o que é sua religião e ai dizer que é “católico não praticante” encerra o assunto.
Outros preferem dizer que são espiritas, afinal a Umbanda trabalha com espíritos, logo sou espírita, certo? ERRADO!
Embora os primeiros umbandistas se auto intitulassem espiritas há um contexto de época para isso, o espiritismo foi aceito e regularizado muito antes que a Umbanda e assim afirmar que é espirita fornecia um status legal e social.
No entanto de fato e de direito ser espirita é seguir a obra codificada por Allan Kardec, na qual não se aceita ritual, magia, divindades, altar, velas, símbolos e etc. entre outras coisas que se chocam com a Umbanda.
E neste quadro, no panorama da religião, o que temos são praticantes (médiuns, cambones, ogãs etc.) e frequentadores assíduos e habituais, que em boa parte acreditam, participam e seguem a Umbanda mas não assumem esta identidade religiosa.
O que falta para assumir identidade e pertença religiosa Umbandista?
Para muitos falta ser batizado na Umbanda, por acreditar que só um ritual pode trocar sua “identidade ou pertença sobrenatural”.
Não sabem que na maioria das religiões; como Judaismo, Islã e Budismo; nem existe ritual de batismo, o que é uma marca do cristianismo e das religiões cristãs.
Embora a Umbanda, em sua maioria de templos, se considere cristã e adote o ritual de batismo; ser umbandista é apenas sentir afinidade, praticar e/ou frequentar a Umbanda. Ser Umbandista é crer na Umbanda, apenas isso e simples assim !!!
Enviado por Colégio de Umbanda Sagrada Pena Branca