segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O EGO E O ESPÍRITO
É necessário para a saúde espiritual abandonar vícios grosseiros, pensamentos nocivos e emoções negativas. Quando o ego negativo é o imperador do espírito, pouco este poder fazer. Como centelha divina e pura, o espírito espera pacientemente que todas as etapas sejam superadas pela consciência incipiente do ego.
Há grandes gigantes que se interpõem entre o ego negativo e o espírito. O primeiro luta com todas as forças para sobrepujar-se, custe o que custar, perante si mesmo e principalmente sobre os outros. O ego pretende ser o centro do universo, manifestando seu egocentrismo exacerbado em qual dimensão vibratória se encontre.
O ego negativo encarnado não difere do ego negativo desencarnado. Cada um é e está de acordo com seu patamar vibratório e evolutivo. Escolher superar o ego negativo é a grande questão. Em planetas densos como este o ego negativo encontra ótimas oportunidades para superar alguns desvios. Se apenas alguns puderem ser identificados e trabalhados, a superação dos mesmos será alcançada com grande possibilidade de vitória.
Difícil cenário pessoal? Sim, porém necessário. Quantos e quantos aproveitam com aceitação sua reforma interna e seguem em frente! E quantos e quantos desperdiçam as oportunidades!
Ser feliz é desapegar-se das amarras da ilusão do ego, grande dificultador na caminhada em direção à luz do nosso Pai que está no Paraíso!
Eu vos abençôo.
Sananda. 17.10.14

Os Guias Reencarnam?