sexta-feira, 26 de junho de 2015

PRECEITOS

ESSENCIAL! FIRMEZAS.

ESSENCIAL! FIRMEZAS.

PARA O MÉDIUM INICIANTE

23 outubro, 2013
Primeiramente, quando chegar à porta do 

Terreiro, peça licença aos guardiões da casa logo

que entrar. 
 
Dentro do Terreiro, sinta o ambiente, feche os olhos e respire fundo (a respiração é a base da vida, os ciclos e ritmos – o Fole Vital). 
Inspire os perfumes, as essências do Templo. Elas lhe despertarão sentimentos e prazeres jamais sentidos. Experimente…
Quando as entidades estiverem incorporadas, visualize bem e sinta a vibração do atabaque e das entidades. 
No passe, é necessário que você sinta a vibração da entidade, ou quem não sente vibração sentirá qualquer outro tipo de sensação que mostrará se a entidade está ali ou se é uma mistificação.
Qualquer tipo de entidade da linha branca não tem linguajar grosseiro nem fica falando da vida de outros ou até mesmo falando que fulano fez isso aqui ou macumba acolá. 
As entidades tem sempre que deixar uma mensagem de conforto. 
Se isso não acontecer fale com a entidade chefe, pois pode estar havendo mistificação! 
Tome muito cuidado com médiuns mistificadores; não existe na Lei de Umbanda Sagrada cobrar para fazer trabalho, muito menos a própria entidade falar que tem que ser cobrado. 
Isso é um imenso desrespeito com nosso Senhor Zambi (Deus) e com as entidades. 
Existem muitos engraçadinhos que querem ganhar a vida através de mistificação, portanto cuidado, irmãos!

             O que é uma Firmeza?
11 dezembro, 2014
CATEGORIA MAGIA
9187
A firmeza assemelha-se a um assentamento, mas tem menos recursos ou poderes de realização, pois é uma simplificação dele e destina-se a facilitar a atuação das entidades. Já um assentamento cria um vórtice e um campo eletromagnético que interagem com outras dimensões da vida de forma permanente, sendo em si um “ponto de força” localizado nas dependências do Terreiro.
Enquanto isso, uma firmeza cria um ponto de sustentação para as ações da entidade firmada, dando-lhe um pouco mais de segurança para que possa resistir às reações das suas atuações em benefício das pessoas necessitadas do seu auxílio.  Uma firmeza pode ser iluminada periodicamente e pode ser realimentada de vez em quando.
Um assentamento deve ter um dia definido na semana para ser iluminado e realimentado; já uma firmeza deve ser iluminada e realimentada sempre que o seu zelador fizer um novo pedido de auxílio à entidade firmada. Assentamento e firmeza são similares e a segunda é uma simplificação do primeiro, mas tem as mesmas funções, que é protegerem, sustentarem e ampararem algo ou alguém.
Texto extraído do livro “Rituais Umbandistas – Oferendas, Firmezas e Assentamentos” de Rubens Saraceni – Editora Madras



                Vaidade na Umbanda
12 junho, 2015

Como estabelecer os limites da vaidade humana e do realmente necessário para os trabalhos dentro de um terreiro?
É muito comum ouvirmos as pessoas, frequentadores, médiuns, cambonos, reclamando ou fazendo observações sobre o comportamento deste ou daquele médium, ou até mesmo Guia espiritual. 
E, não obstante nos deparamos com dirigentes de Terreiros fazendo vistas grossas aos mesmos. 
Fato é que se a espiritualidade fosse escolher médiuns perfeitos, nossas casas espirituais com certeza se esvaziariam.
Além do trabalho espiritual, passes, descarregos, os dirigentes espirituais têm o dever de encaminhar as pessoas que os procuram para desenvolver sua mediunidade e mesmo seus médiuns ao “bom caminho”.  
Quem em fase de desenvolvimento não se preocupa com o nome de seus Guias? 
É comum ouvirmos: “será que ‘meu’ Caboclo é fulano? Será que ‘meu’ Preto Velho é esse ou aquele? Será que essa linha é forte, esse nome é conhecido?”  
Isso nada mais é que a vazão da vaidade humana, pois nosso amados Guias e protetores, às vezes, na única intenção de nos protegerem de nós mesmos, se escondem atrás de formas simples de trabalho.
Alguns dirigentes dão asas à vaidade de seus médiuns. 
Não dominam a arte de traze-los à realidade. 
Pois saibam que também responderão perante a Lei Divina…  
Deve-se cautelosamente, para não destruir-lhes a autoestima, incutir-lhes Doutrina. 
Responsabilizá-lo pelo seu trabalho e quebrar paradigmas como inconsciência e consciência. 
Semear o trabalho corporativo dentro do Terreiro, a união de forças, o conjunto, o objetivo comum.
Saibam, o que mais fecha casas espirituais não são os choques de demandas externas, mas sim os choques internos, as fofocas, a inveja, frutos da imperfeição humana e que é acobertada por alguns Paizões e Mãezonas que os acobertam embaixo de suas asas. 
Lembro uma historinha:
Deus permitiu a um homem realizar um desejo, um único desejo. 
Poderia pedir o que quisesse, desde que fosse apenas um desejo. 
A única regra seria: o que ele pedisse, seu irmão teria em dobro. 
Por exemplo: se ele pedisse um carro, seu irmão teria dois; se ele pedisse um milhão de reais, seu irmão teria dois milhões, e assim por diante. 
O homem parou, pensou, pensou, e respondeu 

- Deus, fure-me um olho!
09 setembro, 2013

EXU
Que Exu me dê ânimo e disposição para encarar os obstáculos com força e coragem, pois sempre haverá solução, pois tudo na vida tem seu lado bom e ruim. Que eu saiba lidar com os dois!
Laroyê Exu!

OGUM
Que Ogum me dê muita inspiração e força e faça com que eu viva com muita determinação, para que eu não tenha medo de meus inimigos! Que sua espada e lança iluminem meus caminhos para que eu não tenha medo dos espinhos e pedras da vida.
Ogunhê meu Pai!

OXUM
Que mamãe Oxum com sua serenidade me permita agir de forma equilibrada e consciente, e com suas águas doces e límpidas me façam vencer todos meus desafios.
Ora Ye Yêo Oxum!
 
IANSÃ
Que os ventos e raios da mamãe Iansã sempre iluminem meu caminho e que levem todo inimigo para bem longe. Iansã abra meus caminhos e que me torne forte para vencer minhas fraquezas.
Eparrey Iansã!

XANGÔ
Que Xangô com suas pedreiras e seu coração justo e forte faça valer a ação divina. Que o machado de meu pai Xangô pese sobre minha cabeça e me faça agir de forma consciente e justa.
Caô Caô Cabecilê!
 
IEMANJÁ
Que a linda e bela mamãe Iemanjá descarregue todo mal que me cerca e leve para as profundezas do oceano toda desarmonia que fazem para mim e para os que amo.
Odoyá Iemanjá!
 
OBALUAYÊ
Que meu pai Obaluayê cure todos meus males corporais e espirituais e que proteja também meus entes queridos e me dê forças para seguir o caminho que me foi dado.
Atotô Obaluayê!
 
OXUMARÊ
Que o Oxumarê com seu lindo arco-íris leve para todos os lugares minhas orações e preces e que meus desejos tenham as respostas desejadas, se assim eu merecer.
Arrobobô Oxumarê!
 
OXALÁ
Que a serenidade e paz de meu pai Oxalá me torne uma pessoa melhor, serena e que mesmo eu tendo inimigos não me deixe derrotar. Que eu consiga perdoá-los, pois com amor se tem amor!
Êpa Babá Oxalá!

18 dezembro, 2014

Você já teve a sensação de que está carregando o mundo nos ombros? Alguma vez se interrogou por que, por mais que deseje algo, o seu sonho não se realiza? Ou sentiu que uma situação parece amarrada de uma tal forma que é impossível desatar o nó?
Se sim, pode ser que esteja precisando de um bom banho. As plantas possuem princípios ativos terapêuticos que há milênios são utilizados em rituais religiosos e de cura, aliviando energeticamente o sofrimento.
Manjericão, arruda, alecrim e muitas outras ervas, quando em contato com a pele, liberam vibrações energizantes, calmantes e até afrodisíacas. O sal grosso, por sua vez, é capaz de atrair para si a baixa energia, descarregando a pessoa de forma a ‘zerar’ sua vibração, deixando-a pronta para os passos seguintespermitindo que o nosso campo energético fique em plena forma.
“Quando isso acontece, a frequência do nosso campo mental entra mais facilmente em contato com a vibração daquilo que queremos atrair”, explica a terapeuta holística Monica Dubeux, que, junto com fitoterapeuta e naturopata Deuse Mantovani, cedeu suas receitas favoritas de banhos para reportagem publicada no site Casa.com, do Grupo Abril.
As misturas devem ser usadas após o banho normal de higienização e, após derramadas, recomenda-se apenas se enxugar, “para que a ação desses elementos perdure e chegue ao nível mais sutil de limpeza”, disseram.
Confira os banhos abaixo clicando sobre os títulos:
Banho para estimular a Saúde
Ingredientes
• 1 punhado de lavanda
• 1 punhado de camomila
• 1 punhado de manjericão roxo
• 10 pétalas de rosa branca
• 1 punhado de alecrim

Como fazer
Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que a mistura volte à temperatura ambiente e coe. Após o banho, derrame- a sobre seu corpo enquanto mentaliza seu desejo de ter mais disposição.
Banho para estimular a Prosperidade
Banho para descarrego energético I
Banho para descarrego energético II
Banho para Proteção
Banho para estimular o Amor
 

ACADEMIA: Texto= Renovação da Umbanda Urbana contemporânea: Por Luan Rocha de Campos

Dear Antonio, You read the paper " Algumas observações em torno da renovação na Umbanda urbana contemporânea "...