terça-feira, 11 de junho de 2019

COMO LIDAR COM O PRECONCEITO NA FAMÍLIA

Texto do Sacerdote Alexandre Cumino

Amado pela Luz = Odiado pelas trevasPor Alexandre Cumino

Escuridão é ausência de Luz , mas o que chamamos de Trevas é oposto à Luz.
Os princípios das Trevas são invertidos em relação aos princípios da Luz, já dizia Hermes Trimegistro "No alto como no embaixo", Pai Benedito de Aruanda diz a mesma coisa porém afirma "No alto como no embaixo, porém, no embaixo de forma inversa ao alto".
Logo na Criação temos o alto onde prevalece a Luz e o embaixo onde prevalece as trevas.
O Criador está em todos os lugares, logo Ele se manifesta no alto como no embaixo, sendo o mesmo em todos os lugares o que muda são as pessoas e o que elas buscam, no alto ou no embaixo. 
A essência e os mecanismos da criação são os mesmos, aplicados em toda ela por igual, nós é que os buscamos pela via da dor ou do Amor. 
No embaixo caem aqueles que inverteram os valores da vida, no lugar de vivenciarem as virtudes da vida, se entregaram aos vícios.
Amor é o que atrai as pessoas, logo, se no embaixo prevalece o vicio, também prevalece o Amor aos viciados, o amor aos iguais, afinidade que atrai (amor é a força de atração em todo o cosmos), assim como na luz prevalece o Amor aos virtuosos. O mesmo Amor Divino atrai para o alto e para o embaixo.
Pelo mesmo Amor Divino, aqueles que trilham a luz são odiados pelas trevas, que parecem odiar a tudo e a todos, se apegando apenas em seus vícios que os consome.
Por isso sempre haveremos de lidar com o Amor e com o Ódio, seremos sempre odiados quando praticamos o bem, odiados pelas trevas e amados pela luz.
Assim ser considerado um maldito pelas trevas é ter a benção da luz, os princípios são invertidos.
No momento não estamos nem na luz e nem nas trevas, estamos no meio, onde ora praticamos atos dignos da luz, ora escorregamos em nossas falhas e erros, todos frutos de egoísmo, a alavanca dos vícios.
Convivemos com pessoas dignas das esferas de Luz e outras já esperadas nas Trevas, por isso nunca encontramos unanimidade em nada, somos caluniados e vilipendiados exatamente quando praticamos nossas virtudes.
Esta é uma das maiores reclamações de quem inicia um trabalho de ajuda ao próximo e motivo de muitos abandonarem suas atividades, dizendo que são vitimas do mal agradecimento de alguns, aos quais prestou ajuda. 
Esquecemos que a recompensa pela prática da virtude está nela mesma, no prazer de desfruta-la, quando cobramos algo em troca da pratica, destas mesmas virtudes, é porque na verdade são vazias dentro de nós e não são reais, são práticas mecânicas que não encontram sintonia em nosso campo mental, pois viver uma virtude em essência não tem preço.
Quando enganados pelas trevas, somos esclarecidos pela luz, por isso o Reino dos Céus pertence aos humildes,caluniados, humilhados, vilipendiados, que sofrem, ao olhar seus algozes, pois, a dor e o veneno que projetam ao próximo são dor e veneno que possuem dentro de si. "Cada um dá o que tem"
O mal existe e surge em nossas vidas, mas o bem é muito maior. Se temos demandas negativas das trevas, o amparo da luz é muito maior, se somos odiados, muito mais somos amados. "Quem pode mais que Deus?"
No entanto a ausência de Deus em seu coração não o torna ausente de sua vida, a falta de seu amor por Ele, não diminui o dEle por você, deixar de crer em sua existência não muda o fato.
Então muitos se perguntam: Onde está Deus nas trevas, ou na vida daqueles que se entregaram a elas?
Ele está no Amor que une os iguais, que unidos nos mesmos vícios se consomem uns aos outros.
No Alto Ele se manifesta através das Divindades Orixás, manifestadores das qualidades e virtudes divinas, no embaixo Ele também se manifesta em divindades opostas, não cultuadas, que absorvem os vícios gerados pela humanidade que se entrega as Trevas.
Irradiar virtudes e absorver os vícios, esta é a lei do Amor igual no alto como no embaixo, o principio que muda é o humano, o principio divino é sempre o mesmo. 

O Criador gera Fé, Amor, Conhecimento, Justiça, lei, Evolução e Geração, irradiados pelo alto, o ser humano gera ilusão, ódio, ignorância, injustiça, desordem, involução e esterilidade parasitária. 
O Criador não gera o negativo no embaixo, mas simplesmente os absorve, em analogia ao irradiar o positivo. 
Assim o Criador está assentado no Alto e no Embaixo, na Direita e na Esquerda. 
Ser Amado pela Luz ou Odiado pelas Trevas é a mesma coisa.
Um grande abraço,
Colégio Pena Branca ♥︎☉

Programa Umbanda Lina nº 68


Olá Antonio Carlos Evangelista!
No episódio 68 do Programa Umbanda Linda tivemos o privilégio de receber a nossa querida irmã, sacerdotisa, dirigente, jornalista Cláudia Alexandre que é responsável pelo CECURE, junto com seu irmão Luiz Alexandre, e que também está a frente do Templo da Liberdade de Tupinambá que fica em Parati.
Cláudia também neste momento, doutoranda em Ciências da Religião pela PUC com um projeto focado para EXU em uma qualidade Feminina!
Confira agora como foi essa conversa com Alexandre Cumino e David Dias!
▶️ Para assistir, é só clicar no vídeo abaixo!
👉 Lembrando que o programa Umbanda Linda vai ao ar AO VIVO toda quinta-feira, às 12:00 na Rádio Mundial (95,7). E nós sempre postamos o vídeo do programa no nosso youtube na próxima segunda-feira após o programa =)
Clique aqui para assistir no youtube →
Um grande abraço e tenha uma ótima semana! ❤️

ACADEMIA: Texto= Renovação da Umbanda Urbana contemporânea: Por Luan Rocha de Campos

Dear Antonio, You read the paper " Algumas observações em torno da renovação na Umbanda urbana contemporânea "...