segunda-feira, 7 de maio de 2018

UMBANDA NO LAR????????


              UMBANDA NO LAR
[...]
No dia a dia das práticas de Umbanda, o mais presente é o trabalho mediúnico de incorporação. Trazer a Umbanda para o lar implica trazer também um pouco das atividades de terreiro: banho, defumação, ritual e comunicação mediúnica direta.
Quando se fala em incorporar em casa, surgem várias restrições; para muitos não se pode nem acender uma vela, porque vai atrair “obsessores”. São conceitos muito presentes no Espiritismo, o qual não usa velas ou outros elementos, e pouco trabalha com a incorporação, mas esses valores não servem ao umbandista praticante.
Não estou recomendando a iniciantes que passem a incorporar em casa, claro. Mas, sim, lembrando a quem já tem o dom de incorporação desenvolvido e certa desenvoltura com a espiritualidade, que nossa religião é de mediunidade prática e trazer a Umbanda ao Lar se torna muito natural ao compreender que esses Espíritos Guias são nossa família espiritual, que nos querem bem e se esforçam a nos ajudar sempre.
Para trabalhar em casa incorporado, o que se pede é maturidade mediúnica, que implica ideal e responsabilidade, aliados a muita disciplina. O mais importante é não estar brincando de incorporar, fazer suas orações com determinação e sentir a presença de seus guias, antes da manifestação. Muitos têm medo de manifestarem obsessores, ou mistificados (enganadores). Como diria Cristo, “não se serve a dois senhores” e “avalie a árvore pelos frutos”.
[…]
Para uma atividade certa e segura no lar, o ideal é começar estipulando uma data e uma hora semanal, em que pode haver uma leitura espiritual para reflexão, podem-se fazer uma defumação e a chamada de um Mentor que venha dar uma palavra aos familiares, possivelmente lhes dando um passe espiritual e cortando energias negativas.
Isto não deve se estender muito, para que sejam encontros saudáveis. O ideal é ter hora para começar e hora para começar e hora para acabar, podendo variar um pouco, mas respeitando os horários da terra também.
Muitos se questionam sobre a segurança para realizar tal trabalho e têm medo de abrir um portal negativo, ou outro em sua residência e ela ficar cheia de espíritos. A grande maioria dos terreiros de Umbanda começa em casa; se a incorporação dos Guias de Umbanda dentro de casa fosse prejudicial, eles mesmos nos diriam da impossibilidade de tal trabalho mediúnico.Comece aos poucos, com leitura e manifestação de seu Caboclo ou Preto-Velho. Com o tempo, sinta a presença das outras entidades e de seus Guardiões.


O ideal é ter sempre uma vela de sete dias acesa para seu anjo da guarda, uma vela de sete dias bicolor (vermelha e preta) para toda sua Esquerda e uma vela de sete dias para seu Orixá de Frente. Aí está uma segurança simples e eficiente.
Antes da manifestação, deve-se oferecer um copo de pinga a seu Guardião junto de um charuto aceso, e ofereça um copo de sidra à sua Guardiã junto de uma cigarrilha.
Pergunte a seus guias se precisa de mais algum tipo de firmeza ou proteção, confie em suas entidades. Com maturidade e sinceridade de ideal é possível fazer um bom trabalho mediúnico no lar, trazendo harmonia, força e luz para o dia a dia da família. Lembre-se: o lar é o Templo da Família, portanto é imprescindível disciplina, silêncio e meditação. Todos que forem participar desse trabalho devem ter consciência e respeito.
[…]
Trecho retirado do livro: Médium - Incorporação não é possessão
Alexandre Cumino - Editora Madras
Desejamos uma ótima semana para você Antonio!
Grande abraço,
Colégio Pena Branca

CONTRA EGUM ????????


      CONTRA-EGUN NA UMBANDA




Embora este amuleto seja menos frequente utilizado em terreiros de Umbanda, tem se mostrado muito eficaz, em especial para filhos recém-chegado que ainda estão aprendendo a diferenciar a presença de um espírito de baixa luz dos seus guias. 

A palha é escolhida pelo filho e tal como o fio de conta (Guias) deve ser cruzada para que seja ativado seus poderes magisticos. A presença de búzios, nós ou outros tipos de fio podem ser agregados conforme a necessidade de proteção e afastamento de cada filho. Estes elementos podem ser trazidos pelo pai de santo ou pelos guias. 

A manutenção destes amuletos se dá através do fumo dos guias, de banho de ervas ou até mesmo de preces, orações e velas. A Umbanda age pela simplicidade e diferente do Candomblé, trata-se de uma religião 100% brasileira que considera fundamentos no catolicismo, religiões Afros, religiões indígenas, mesa branca, etc. 

A ativação de um mesmo instrumento, por exemplo "palha da costa" pode ser ativada completamente diferente entre Umbanda e Candomblé, ou ainda, mesmo que seja dentro de uma determinada religião, pode mudar de acordo com cada casa. 

INDICAÇÃO PARA O USO DE CONTRA-EGUN

Se você é médium iniciante e fica tonto, perde a consciência, é tomado por pensamentos negativos, tem dificuldade em incorporar seu guia de luz, sente tristeza e sentimentos negativos constantes na gira ou em um determinado lugar, estes são fortes sintomas de que você está precisando da ajuda de um "Contra-Egun". Procure o pai de santo de sua confiança .

AB Responde | EXISTE MELHOR HORÁRIO PARA FAZER BANHOS E FIRMEZAS?

Umbanda Linda 013 - 06.05.18 - Alexandre Cumino e Fabiana Carvalho

Catimbó ou Jurema Sagrada?