INÍCIO DA UMBANDA SEGUNDO ROGER FERAUDY

ARRASTE  A PALAVRA INICIO E ABRIRÁ SEUS NOVOS CONHECIMENTOS.






Médium Espírita x Médium Umbandista



No Espiritismo ou Kardecismo os chakras dos médiuns são mais fechados e só abrem aos poucos, durante a sua vida, conforme seu desenvolvimento espiritual e mediúnico. 

Médiuns espíritas não necessitam de grande rotação de seus chackras, pois que trabalham mais com a questão da reforma íntima e preparação moral e espiritual da humanidade, além da libertação de espíritos sofredores e obsessores de níveis mais sutis. 

A Umbanda tem um compromisso sério com a varredura dos planos abissais da Terra, onde se encontram legiões mais graduadas na arte da magia negra, com repercusão muito intensa na vida de muitas pessoas e na própria sociedade humana, em todos os setores. 

Leiam obras de Robson Pinheiro: "Legião" e "Senhores da Escuridão", por exemplo. Por isso é que são preparadas na egrégora da Umbanda, nos planos espirituais, entidades especialistas em magia branca ou anti-goécia, que irão manipular os quatro elementos (água, terra, fogo e ar), acessando assim o éter físico, que é a substância com a qual conseguem destruir as bases do mal instaladas nos reinos das sombras. 

Por isso é que a Umbanda tem os seus Orixás, que são as energias vibratórias de cada reino da natureza. 

É por isso que a Umbanda tem todo aquele arsenal de elementos da natureza. O Espiritismo trabalha com ondas mentais e mais sutis, isto é, menos mórbidas. 

Portanto não precisam usar matéria densa, que provém dos elementos materiais - este o motivo das oferendas e despachos. 

Cada coisa no seu lugar, pois o Pai é sábio!



 Cada médium com suas funções, pois os compromissos são diferentes para cada qual! 


Mas muitas pessoas podem ter tanto atribuições na Umbanda, quanto no Espiritismo, pois o Espiritismo é uma doutrina de esclarecimento sobre vida espiritual, uma filosofia de vida com base nas múltiplas existência, a reencarnação, na lei de ação e reação e na questão da comunicação com o mundo espiritual. 


No entanto, muitas pessoas que trabalham no Espiritismo jamais trabalharão na Umbanda, pois seus chackras não vieram preparados para receber grandes cargas espirituais que terão que ser dissipadas com a ajuda dos guias responsáveis por isso, em cada um dos seus chackras correspondentes. 


Por isso é que os médiuns de Umbanda precisam girar e ter tantos movimentos e brados característicos.


 Esta "performance" espiritual mediúnica foi estudada detidamente pelos elaboradores da Umbanda no plano espiritual, pois a Umbanda nasceu no Brasil e sua doutrina difere muito de antigas modalidades de sincretismo baseados principalmente no Candomblé, que difere bastante da Umbanda e que emergiu no Brasil, através de Zélo de Moraes, incorporando o Caboclo das Sete Encruzilhadas, pela primeira vez. 


Toda a ritualística da verdadeira Umbanda diz respeito à elevada sabedoria dos guias que, na sua maior parte, são exímios manipuladores de magia branca, por terem sido altos sacerdotes dos templos imemoriais da Atlântida e do Egito Antigo (leiam "Baratzil, terra das estrelas", de Roger Feraudy). 

A Umbanda é uma ciência divina, que aciona os sons, os movimentos, as cores, a luz, o magnetismo, a eletricidade, a magia com os elementos e os elementais da natureza, a química e a física transcendentes não estudadas pela ciência oficial, mas que um dia serão de conhecimento de todos os seres humanos nos seus fundamentos totalmente comprováveis por mecanismos espirituais que ainda serão trazidos à Terra. 



O Espiritismo é a bússola para atingirmos nossa ascensão espiritual. 


Tudo é maravilhoso: a diversidade na unidade


O futuro da humanidade será o de compreender todos os pedaços ou retalhos desta grande colcha de retalhos que é a "Verdade". 


A perfeição da obra divina de dar espaço para tudo e todos! 


Unindo todos estes retalhos e tendo o entendimento de cada coisa sobre a Terra, respeitando todas as religiões e filosofias, todos o tipos de trabalho espiritual, todos os dons diferenciados entre os médiuns de um e de outro segmento da verdade, estaremos compreendendo a extensão do Amor Divino que, para todos os seus filhos, encarnados e desencarnados, dá encaminhamento e solução de tudo quanto necessitam para sua evolução! 


Muita paz e luz para todos os irmãos desta abençoada rede de conhecimento! 

Rosane - extraída do fórum da Rede Brasileira de Umbanda



Figura da capa do Livro Umbanda a Prótosintese Cósmica

     A Umbanda teve sua origem há milhares de anos atrás na Lemúria. A Lemúria foi o terceiro continente berço da terceira raça raiz ou lemuriana. Hoje desaparecido, este continente abrangia as Américas e a Áfricas unidas. No centro do continente da Lemúria, onde hoje é o Plananto Central Brasileiro surgiu a Umbanda. O continente modificou-se inumeras vezes dando origem a Atlântida, que submergiu sob as águas do grande dilúvio, pelo ano de 9564 a.C. restando apenas a ilha de Poseidonis, (citada por Platão na sua obra Timeu e Crítias. A UMBANDA era o Conhecimento Integral, religião, filosofia e arte reunidas em um único bloco de conhecimento.
     O religare, a ligação do homem da Raça vermelha com as "Coisas Divinas", chamou-se Aumbandan. Esse vocábulo trino e sagrado, que mais tarde se tornaria litúrgico mágico e vibrado foi e será a bandeira do amor e sabedoria cósmica. Era uma crença calcada nos fundamentos mais puros da realidade cósmica.
     Eram voltados às coisas divinas e às suas leis, sendo fiéis às mesmas. Foram os primeiros a cultuar em espírito, coração e verdade a Religio Vera, a Proto-religião- Aumbandan.
     Em suas futuras reencarnações em outros locais do planeta no meio de povos semi bárbaros fizeram adaptações, perdendo as tradições cósmicas.
     A aumbandan é a síntese ou reunião entrelaçada do todo conhecimento ou gnose humana, uma reunião de religião, filosofia, ciência e artes.
     A aumbandan não é apenas a revelação das leis divinas e dos conceitos integrais da verdadeira natureza espiritual do homem. É o próprio elo de ligação vivo entre o que é espiritual e o que é reino natural.
     É a porta, é o veículo de retorno ao cosmo espiritual e ao encontro de nosso Karma causal.
     AUMBANDAN- conjunto sagrado das leis ou conjunto das leis divinas.
     O movimento umbandista é coisa da atualidade e pretende restaurar o verdadeiro aumbandan ( a verdadeira proto-síntese cósmica). 
* Trechos retirados do livro "Umbanda A proto síntese cósmica" - F. Rivas Neto
A Aumbandan é a Proto-Síntese Cósmica que encerra a Lei em seu círculo Uno, equilibrando de forma harmoniosa a Religião ( religare ), a Filosofia, a Ciência e a Arte - os quatro pilares do conhecimento humano inter-relacionados, formando um conhecimento integrado.

 
Cada um destes pilares está relacionado de acordo com a sua vibração com um orixá.

Religião
Yorimá
Terra
Saturno
Norte
Ciência
Xangô
Fogo
Jupiter
Sul
Filosofia
Oxossi
Ar
Vênus
Leste
Arte
Ogum
Água
Marte
Oeste

Partindo do ínicio da criação relacionamos o ponto ao orixá Oxalá que representa o pai. A partir do ponto se desenvolve a reta que está relacionada ao orixá Yemanjá representando a mãe. Com a união do pai e da mãe, temos a criação do filho representado pelo ângulo, relacionado com o orixá Yori. Em analogia ao triângulo temos 3 formas de apresentação das entidades nas diversas linhas da Umbanda que são os caboclos, pretos velhos e crianças.

A partir dos 4 pilares, reunindo o princípio da criação sobre cada pilar em direção a um só ponto, direcionando à Oxalá, temos analogamente a figura de uma pirâmide.

 
Como dissemos antes que a Umbanda encerra toda a Lei em um círculo, sendo o círculo associado pela numerologia ao nº 10. É fixador e plasmador de forças sutís. Reflete energias negativas. É um escudo vibracional. Se colocarmos o círculo na base da pirâmide e com ele fizermos a sua revolução ( giro sobre o seu eixo) teremos a Esfera que envolverá tudo. Esta esfera forma um escudo vibracional muito potente, pois encerra a vibração da Proto-síntese cósmica.