quarta-feira, 14 de junho de 2017

O que é ser Umbandista?

Todo mundo quer Umbanda

Por ALEXANDRE CUMINO – Contato: alexandrecumino@gmail.com
“Quer, quer, todo mundo quer Umbanda,
mas ninguém sabe o que é Umbanda!”
Ponto Cantado de Pai Antônio, Zélio de Moraes
A identificação com a Umbanda basta para criar esta pertença umbandista, com ou sem ritual de batismo, sendo ou não médium de incorporação, qualquer um pode se identificar com este universo e assumir esta identidade, afirmar “sou umbandista”, e de fato é e ninguém pode negar isso.
Um simples frequentador (consulente) pode se considerar “umbandista praticante” e “religioso umbandista”. Mesmo aquele que crê em seus valores (da Umbanda) e não frequenta nenhum templo de Umbanda pode se dizer “umbandista não praticante”. Frequentar um templo, mesmo que apenas para assistir ou tomar um passe já lhe faz praticante.
A palavra do caboclo, o cachimbo do preto velho, o doce da criança são sua “comunhão com o sagrado”, sua “hóstia consagrada” para falar uma linguagem mais “católica”. Sua frequência, sua reza, sua vela e sua fé colocada em pratica lhe faz “religioso”, de uma nova e libertadora religiosidade, a “religiosidade umbandista”.
Por isso é tão fácil ser umbandista, mas não é tão fácil entender a Umbanda e seus fundamentos. 
Além das diversas dificuldades em adquirir o saber ou conhecimento umbandista ainda por cima era comum o frequentador, fiel, praticante ou médium ser confrontado com um subterfugio, um adágio da ignorância, a frase que não se calava nunca:
Não é hora de você saber!
Você não está Pronto
Era muito comum ouvir estas duas frases da boca de um dirigente espiritual, quase sempre ao questionar o porque da “Doutrina e Ritual de Umbanda”. O ar de mistério, o olhar inquisidor e a postura de superioridade deveriam emoldurar o quadro em que um dirigente tenta subjulgar um adepto da Umbanda, apenas com esta postura contraria a tudo na lei do aprendizado, conhecer e multiplicar. Afinal conhecimento só tem valor quando a gente expande por meio da transmissão ao maior numero de pessoas. Na verdade o que acontece quase sempre é que o dirigente do dirigente, ou seja aquele que deveria lhe ter preparado já se utilizava deste adagio de que você não está pronto, não é sua hora ainda. Muitos morreram repetindo isso e seus discípulos mesmo sem ter as respostas repetem a velha afirmação, fazendo caras e bocas como se fossem portadores de um segredo fechado a sete chaves, uma para cada linha claro.
No entanto Umbanda não é religião de segredos e aqueles que são adeptos do segredo, na Umbanda, só tem a esconder sua própria ignorância.
Postar um comentário

AVISO DE SOLENIDADE A NANA BURUQUE

Centro de Iluminação Nosso Lar Trabalho de Preto Velho - Homenagem para Nanã Buruquê Posted: 25 Jul 2017 08:30 AM PDT Sexta - 2...