quinta-feira, 20 de abril de 2017

Para Dirigentes, Sacerdotes de Terreiros, Tendas, Centros, Templos de Umbanda- Repassando

Saudações Antonio,
 Desejo que esteja em paz! Quero lhe entregar um presente especial, mas antes preciso que leia atentamente este mail.
Olha Antonio resolvi eu mesmo te escrever sobre este assunto que julgo ser de primeira necessidade quando o tema é Terreiro de Umbanda e Candomblé independente se o termo usado por você é templo, choupana, tenda, roça, ilê, barracão etc.
 Vemos constantemente notícias e posts nas redes sociais sobre ataques de intolerância religiosa, bem como vários tipos de perseguições. Imagino que saiba daquele fato triste da Mãe de Santo que foi presa acusada de manter uma pessoa em cárcere privado, mas que na verdade era um recolhimento de camarinha comum, porém esta mãezinha não imaginava que para fazer este ritual ela deveria ter se precavido com uma série de documentos burocráticos. E sobre vários terreiros que foram "invadidos" pela polícia e fiscais para fechamento da casa porque estas não tinham alvará de licensa de funcionamento, outros que são invadidos por vândalos e deliquentes mas que na hora de fazer o boletim de ocorrência o terreiro vira "réu" porque nem fazia ideia que precisava de uma série de documentações para existir legitimamente.
Ah, veja bem Antonio, estou te falando sobre isso independente se você é Dirigente ou membro de alguma diretoria de terreiro, penso que este é um alerta para qualquer um de nós, mas claro, sendo um Dirigente, esta questão é no mínimo obrigatória.
Temos Leis que nos asseguram uma série de direitos, mas estes só podem ser exigidos que o Terreiro também cumpre com seus deveres e é assustador constatar que a grande maioria nem faz ideia do que estou falando.
Deixa eu te contar uma coisa, eu sou de Bauru-SP e acredita-se segundo as federações locais, que existem mais de 300 terreiros de Umbanda e Candomblé na cidade, no entanto, pasmem! Recentemente nosso blog fez um levantamento na prefeitura municipal e constatamos que apenas 5 terreiros de Umbanda estão legalizados e somente 3 de candomblé. Você faz ideia da vulnerabilidade que estas outras centenas de casas estão sujeitas???
É por estas questões que nos preocupamos muito com o futuro da religião e a manutenção dos nossos direitos e junto com o Dr. Alexandre Takayama que é advogado e contador que somente neste ano legalizou mais de 480 terreiros na cidade de São Paulo preparamos a CONSULTORIA EM GESTÃO DE TERREIRO onde você aprenderá absolutamente tudo sobre estas leis, deveres, como exigir seus direitos e benefícios, como lidar com finanças e prosperidade de um terreiro e acima de tudo, com a ajuda dele poderá efetivamente regularizar o terreiro.
Antonio sei que me estendi na mensagem, mas não podia ser mais breve que isso, muito grato por ler!
Enfim, abaixo você tem o link para o presente que minha equipe preparou, o eBook 5 PASSO PARA LEGALIZAR SEU TERREIRO, compartilhe com quem você acha importante saber disso. E em tempo, a última data para ainda garantir a participação na CONSULTORIA GESTÃO DE TERREIRO é dia 24.04, ok? Mais informações você encontra no link dentro do seu eBook de presente.
Muitíssimo grato pela atenção e conte comigo e minha equipe, estamos por aqui para lhe ajudar.
Quero meu eBook de presente ⌲
Postar um comentário

AVISO DE SOLENIDADE A NANA BURUQUE

Centro de Iluminação Nosso Lar Trabalho de Preto Velho - Homenagem para Nanã Buruquê Posted: 25 Jul 2017 08:30 AM PDT Sexta - 2...